Entrevista com Guilherme Bartholomeu, autor de “A queda do Rei – As Crônicas de Rasaiev”

Guilherme Bartholomeu – Autor de “A Queda do Rei”

Guilherme Bartholomeu é autor de “A Queda do Rei – As Crônicas de Rasaiev”, livro de fantasia medieval com previsão de lançamento para agosto deste ano, e que narra o conflito entre dois reis pelo controle de Rasaiev, reino onde se passa a trama, lar não apenas de humanos, mas de outras raças fantástica e seres mágicos.

Confira a seguir a entrevista que fizemos com Guilherme, onde falamos sobre sua obra, suas inspirações e os planos para o futuro.

Super Ninguém: Que tal começarmos com você falando um pouco sobre o universo de seu livro, trata-se de fantasia medieval, como o universo de Tolkien ou tem o pé mais no chão, sem a presença de magos, elfos e gnomos?

Guilherme: Primeiramente, é um prazer estar dando essa primeira entrevista para um catanduvense. Me sinto muito feliz e realizado. Respondendo a sua pergunta, trata-se de fantasia medieval. Neste primeiro livro existem poucas criaturas mágicas em relação as que estão por vir, mas devo dizer que será um número razoável. Acredito que um spoiler que eu possa dar é que em A Queda do Rei, aparecerá o rei dos anões, e ele será um pouco peculiar, digamos assim.

Super Ninguém: O título adianta um pouco sobre a trama, há um rei e ele caiu, ou vai cair, certo? Pode ser algo muito bom ou muito ruim, dependendo de quem era o rei e como ele reinava (quem não odiou Joffrey Baratheon que atire a primeira pedra). O rei das Crônicas de Rasaiev merecia perder o trono? E você pode adiantar, sem spoilers, é claro, a história do livro?

Guilherme: Na realidade, ele vai cair. Temos dois reis humanos disputando o poder para obterem o controle de todas as terras de Rasaiev (o mundo da trama), para depois avançarem em direção a Plínfon, a terra à leste, dos chamados selvagens, onde encontram-se riquezas que ambos os reinos, enfraquecidos economicamente (o Sul muito mais), necessitam. A partir deste livro, um destes reis irá cair. Esse é um fato que eu deixei bem aparente desde o título do livro, pois a minha intenção é justamente demonstrar um acontecimento para que o leitor se interesse pela trama de como chegaremos até o ponto ápice e o que pode vir acontecer depois. Se ele mereceu ou não perder o trono, eu prefiro não dizer, pois gosto de manter uma visão não julgadora sobre meus personagens, porém, digamos que se trata de alguém controverso… Eu classifico minha obra como mais fantasia do que medieval, mas gosto desta época descritiva para dar um nuance bacana para o enredo. Escrevo cada capítulo na perspectiva de um personagem (temos alguns principais bem interessantes, dentre eles, Jason, o príncipe nortenho, um garoto angustiado e omisso e Eve, a princesa sulista, uma menina questionadora e justa), que narrarão a história em visões diferentes do acontecimento central: a suposta guerra. Enfim, no meio de uma guerra entre humanos, existem criaturas mágicas e elas também possuem seus interesses (ou não) nesses acontecimentos que vão modificar a estrutura de governo do mundo humano.

Mapa de Rasaiev, cenário do livro “A Queda do Rei – As Crônicas de Rasaiev”

Super Ninguém: Recentemente entrevistamos outro autor de Fantasia Medieval, o Ernan Batencour, que escreveu “O Cristal de Sangue”; ele baseou a história do livro em uma campanha de RPG. Você também já jogou RPG e os jogos tiveram alguma influência na construção do mundo do seu livro?

Guilherme: Eu já joguei algumas vezes campanhas de RPG, mas confesso que não sou nenhum especialista no assunto. Algumas pesquisas para construção de personagens e dúvidas que foram surgindo, eu obtive respostas em sites e fontes de RPG, mas eu necessariamente não jogo muito.

Super Ninguém: Quanto tempo levou para escrever o livro e como funcionou o processo criativo? Quero dizer, quando você começou a escrever já sabia qual rumo cada personagem deveria tomar, ou a história foi tomando forma enquanto você escrevia?

Guilherme: Boa pergunta. Eu comecei a escrever o livro em 2014, no terceiro ano do Ensino Médio. Contudo, o tempo foi passando e as prioridades foram mudando até chegarmos em 2019, quando retomei, muito seriamente, a escrita.

Quando comecei a escrevê-lo imaginava o direcionamento que cada personagem iria tomar, mas o mais engraçado da escrita desse livro foi que eu fui mudando muita coisa no decorrer da digitação e, assim, tive que revisar umas três vezes. Isso tudo antes de começar o último capítulo. Assim que terminei esse, resolvi não mudar mais nada, e assim o livro foi finalizado com cerca de 200/230 páginas.

Capa “A Queda do Rei – As Crônicas de Rasaiev”

Super Ninguém: Algum personagem te surpreendeu? Certo, é uma pergunta um tanto estranha, eu sei, mas sempre acreditei que um autor pode ter um destino traçado para um determinado personagem, mas no meio do caminho, ele ganha “vida própria” e “faz escolhas” que para ele fazem mais sentido do que as que tínhamos imaginado. Por favor, diga se eu estou ficando louco ou se faz algum sentido o que eu falei.

Guilherme: Faz total sentido o que você disse, pois percebi que planejava um destino para aquele personagem e, de repente, fui observando e me tocando de que ele estava indo para outra direção, não necessariamente na oposta, mas acabava criando características diferentes que o faziam se tornar ainda mais complexo. Um exemplo é o Jason, um dos personagens principais, que inicialmente era para ser um garoto submisso, e com o tempo começou a desenvolver problemas com ansiedade e revolta interna.

Super Ninguém: Ok, suponha que um dos nossos cinco, mas fiéis leitores, queira escrever um livro com a mesma temática medieval. Quais livros, além do seu, é claro, você recomendaria que lessem antes de começar a escrever?

Guilherme: Olha, eu recomendaria alguns clássicos, como Conan, do Robert Howard, George Martin, Tolkien, mas esses para quem já lê há mais tempo. Para quem está começando e para o meu caso, que sempre busco aperfeiçoar a escrita com leituras mais leves (uma característica da minha forma de escrever), indico livros Rangers, Celtika, etc.

Super Ninguém: O livro ainda não foi publicado, mas já tem previsão, certo? Para quando?

Guilherme: A previsão de lançamento é para, no máximo, final de agosto desse ano. Estou muito ansioso para esse momento. Sei que a vida de um escritor no Brasil não é fácil, mas estou disposto em levar esta carreira paralelamente de forma séria, mas também divertida.

Super Ninguém: E com o livro já próximo da publicação, haverá continuação ou a história se encerra no primeiro? Se há continuação, você já está escrevendo?

Guilherme: A minha intenção atualmente é de publicar quatro livros desta saga, pois se trata de um mundo grande e vasto a se explorar (conforme o mapa que mandei), com muitas tramas necessárias para o desenvolvimento dos personagens. Ainda não comecei a escrever o segundo, porém eu já escrevi grande parte do roteiro (sim, o segundo o meu processo de escrita será diferente, já roteirizado totalmente antes de começar a colocar a mão na massa).

Super Ninguém: Ok, para o leitor que ficou interessado, onde ele pode obter informações sobre o lançamento e formas de adquirir a obra?

Guilherme: O leitor que se interessar pode buscar informações no site da Editora Viseu:

https://www.eviseu.com/pt

Acredito, no entanto, que o melhor canal seja o instagram do livro (@aquedadorei), lugar em que publico todas as novidades e interações a respeito do livro. Espero que gostem!

4 Comments

  1. Vinicius Batista disse:

    Já estou louco pra ler! Ótima entrevista.

  2. Everton Nucci disse:

    Parabéns Guilherme. Muito sucesso pra vc!

  3. Bárbara disse:

    Fico orgulhosa de ter ajudado a dar pinceladas nesse universo! Não vejo a hora dos próximos também nascerem, porque tem muita coisa boa vindo aí! <3

  4. LEANDRA DOS SANTOS MOURA PEREIRA disse:

    Aí gente eu já quero esse livro na minha estante. A vontade que estou de ler sobre o Jason não cabe em mim hahah
    Esperando ansiosa pelo lançamento.
    Parabéns Gui. 🖤

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *