Estante da Viih: Seis motivos para assistir Brooklyn Nine-Nine

Por Virgínia Sampaio Balduco

Brooklyn Nine-Nine acompanha a fictícia 99ª delegacia de polícia no distrito do Brooklyn, em Nova York.  Andy Samberg é Jake Peralta, um detetive que ama o seu trabalho, mas que não o leva tão a sério.

A rotina da delegacia, e consequentemente de Peralta, é alterada quando assume a chefia o Capitão Raymond Holt (Andre Braugher). Holt é severo, não ri, leva tudo (tudo mesmo!) muito a sério. Entre as tantas respostas possíveis para o sucesso da série, uma delas é bem óbvia, seriados e programas policiais são, há anos, febre nos canais norte-americanos.

Brooklyn Nine-Nine não perde tempo e escracha todos os clichês presentes em shows policiais, além de unir um elenco craque em te fazer rir.

O Elenco de Brooklyn Nine-Nine é um dos pontos fortes da série

Amy Santiago (Melissa Fumero) é a policial fiel a seu chefe, a quem vê como mentor e a quem procura agradar de todas as formas; Charles Boyle (Joe Lo Truglio) é o melhor amigo de Jake e um policial que leva uma vida difícil, principalmente após seu divórcio; Gina Linetti (Chelsea Peretti) é a assistente do Capitão, sempre se envolvendo nos casos da equipe e mantendo uma postura de superioridade frente aos outros; Rosa Diaz (Stephanie Beatriz) é a policial casca grossa, chegada em métodos violentos e sem muitas habilidades sociais, mas que no íntimo é menos rude; Scully (Joel McKinnon Miller) e Hitchcock (Dirk Blocker) são os policiais mais velhos da equipe e a dupla de estabanados com quem ninguém se interessa em trabalhar; já Terry Jeffords (Terry Crews) é o policial que enfrenta uma rotina dupla entre ser um bom sargento (o primeiro posto abaixo do capitão) e um pai e marido presente, o que faz com que ele viva constantes conflitos.

E se este breve resumo não o convenceu, seguem aqui seis bons motivos para você assistir a série:

Terry Crews é Terry Jeffords em Brooklyn Nine-Nine

1Faz referências à cultura do Brasil e de outros países: Brooklyn 99 possui uma enorme quantidade de referências à cultura pop que irão surpreender os amantes das artes.

2 – A representatividade: Aborda assuntos mais sérios e é um exemplo da importância da representatividade nas obras atuais.

3 – Os personagens envolventes: A série explora com profundidade  a história por trás de seu personagens.

4 – O lado investigativo: Seu lado investigativo é bem desenvolvido e envolvente.

5 – Episódios curtos: Sim! Embora cada temporada tenha entre 22 e 23 episódios, eles não chegam a 30 minutos.

6 – Os Episódios de Halloween: Pode não ser uma data importante aqui no Brasil, mas eu sempre fico ansiosa pelo episódio de Halloween.

E aí? Ficou interessado?

A série esta disponível na Netflix, você vai rir tanto que nem notará quando já tiver assistido todas as temporadas.

________________________________________

Virgínia é uma sonhadora, louca por livros, séries e filmes, e seria uma ótima detetive. Para mais textos e dicas de séries, é só curtir a sua página no Facebook:

🔶https://www.facebook.com/EstanteDaVii/

Ou seu canal no Youtube:

🔶https://www.youtube.com/channel/UCM1_YTKx7Zcpi8MyQGVMxcw

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *