Por Fernando Fontana

Olhos de Gato ou “Nakitai Watashi wa Neko wo Kaburu” no original, é um dos mais novos animes lançados na Netflix. Com roteiro de Mari Okada e produzido pelo Studio Colorido, é um conto de fadas moderno, misturando fantasia e romance, o tipo de história feita para aquecer seu coração naqueles dias mais cinzentos.

Miyo Sasaki é uma adolescente, estudante que enfrenta problemas com um lar desfeito; os pais se separaram e agora há uma madrasta no lugar da mãe, além disso, na escola, segue flertando com Kento Hinode, por quem é apaixonada, sem conseguir ser correspondida, além de sofrer bullying por parte de seus colegas.

Tudo muda quando Miyo encontra um estranho gato em forma humana, o “Vendedor de Máscaras”, que lhe entrega uma máscara com o poder de transformá-la em gata.

Miyo e sua forma felina “Taro” no anime “Olhos de Gato”

A partir deste momento, sai todas os dias do seu quarto, caminha graciosamente pelos telhados e vai até seu amado Hinode, que sem saber da verdadeira identidade da gatinha, se afeiçoa por ela e lhe dá o nome de Taro.

Para a gata, Hinode se abre e fala sobre os seus problemas, sua dificuldade em expressar seus sentimentos, seu desejo de continuar a trabalhar no estúdio de cerâmica do avô, ao invés de seguir os estudos, como deseja sua mãe, seus sentimentos por Miyo.

O símbolo da máscara faz todo sentido, não apenas quando falamos de adolescentes, mas de seres-humanos no geral; quase todos os dias, vestimos personagens, não porque somos falsos, mas porque acreditamos ser necessário para o convício em sociedade, assim, ao longo do dia “interpretamos” o estudante, o profissional, o filho, o amigo, e assim por diante, sempre de acordo com o ambiente e as pessoas com quem estamos lidando.

É claro que isso passa a ser um problema quando já não somos capazes de remover essas máscaras e ao invés de utilizá-las para o convívio social, fazemos uso constante para esconder quem somos, como o famoso palhaço que ri para todos embora seja uma pessoa triste durante a maior parte do tempo.

Miyo, sempre sorridente, sempre feliz, utilizava uma máscara muito antes de ser uma gata

No caso de Miyo, a protagonista do anime, apesar dos problemas citados, ela está sempre sorrindo ou brincando, tanto na escola, quanto em sua casa, com sua madrasta, sem revelar o que de fato está sentindo. É possível argumentar que ela utilizava uma máscara muito antes de ser uma gata.

A escolha do gato como animal no qual a jovem se transforma também merece reflexão, gatos são tradicionalmente vistos como animais livres, muitos tem um lar e uma família, mas se aventuram pela noite, retornando no dia seguinte. Além de se aproximar de Hinode, Miyo pode desfrutar dessa liberdade.

Aliás, o “Vendedor de Máscaras” faz questão de ressaltar as qualidades da vida de um gato, eles não tem qualquer responsabilidade, não precisam ir para a escola ou trabalhar, só precisam comer, dormir, brincar, dar carinho e receber quando bem entendem.

A fase da adolescência é o momento de transição onde saímos da infância e embarcamos na fase adulta, com toda a sua carga de responsabilidades, estudar, namorar, sermos aceitos, encontrar o primeiro emprego, decidir qual será a carreira que iremos seguir possivelmente pelo resto de nossas vidas.

É realmente tentador jogar tudo para o alto e viver como um gato.

O Vendedor de Máscaras no anime “Olhos de Gato”

Interessante é que, ao enxergar a vida humana através dos olhos de um gato, muita coisa ganha outra perspectiva. O próprio “Vendedor de Máscaras” não se atém a vender máscaras de gatos para humanos, ele também vende máscaras humanas para gatos, ou seja, os felinos também podem se mostrar insatisfeitos com a vida que levam, ou se preferirem, a grama do vizinho é sempre mais verde.

Resumindo, “Olhos de Gato” é uma ótima animação que, embora não explore todo o potencial de sua premissa, é uma excelente pedida para quem quiser assistir algo mais leve; sem tiros e explosões, e como toda obra atinge seu público de maneira diferente, neste caso, os adolescentes, por razões obvias, irão se identificar ainda mais com os dilemas dos protagonistas.

“Olhos de Gato” está disponível na Netflix, com áudio original e dublado.

Trailer “Olhos de Gato” Netflix

______________________________________

Fernando Fontana é escritor e adulto amador, autor de “Deus, o diabo e os super-heróis no País da Corrupção” e da Graphic Novel “O Triste Destino da Namorada do Ultra-Homem”, é criador deste site e colaborador do Canal Metalinguagem, onde escreve sobre quadrinhos e filmes antigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *