Entrevista com a Guitarrista e Vocalista Roberta Nascimento

O Canal Super Ninguém começa a semana de Halloween falando sobre a Viborah, banda de Horror/Punk, que encontra inspiração para suas letras em filmes de terror e suspense.

Confira a seguir a entrevista concedida para o nosso site por Roberta Nascimento, vocalista e guitarrista da banda.

Super Ninguém: Acho que uma boa maneira de começarmos essa entrevista é explicando para os leitores o que seria o gênero musical Horror/Punk e no que ele se diferencia de outros gêneros.

Roberta: O Horror Punk é um subgênero do Punk Rock, porém, suas letras são baseadas em filmes de terror, contos, lendas, ficção científica, até mesmo baseadas em histórias reais, que envolvem de certa forma a temática “terror e horror”. Musicalmente, não é muito diferente dos outros estilos, pode ter a levada clássica do Punk Rock, até uma pegada mais Trash ou Metal. Porém o que se destaca é que a maioria das pessoas que se identificam com o som, geralmente são simpatizantes de livros e filmes com a temática, por conta do conteúdo das letras.

Super Ninguém: A Viborah foi criada em 2013; como os integrantes se conheceram e como surgiu a ideia de montar a banda? Desde o começo vocês tocaram Horror/Punk?

Roberta: Eu tinha uma banda chamada “Adios Girl”, tocávamos Punk Rock mais “politizada” digamos assim. A banda abordava temas e problemas cotidianos dos brasileiros. Em 2010, fui convidada por meus amigos (Thiago, João e Bruno) pra montar minha primeira banda de Horror Punk, a “Coffin Fuckers”. Foi meu primeiro contato com o gênero, no qual me apaixonei de vez.

A banda teve fim em 2013. Cada um seguiu seu rumo e eu decidi dar continuidade no Horror Punk, porém agora com 100% da minha identidade, desde a criação do nome, logotipo e músicas, foi aí que nasceu a Viborah. A princípio os integrantes eram meus 2 irmãos Rogério (baixo) Robson (bateria), meu amigo Lucas Babbler na guitarra solo e eu nos vocais e guitarra base. A formação atualmente mudou para power trio: eu nos vocais e guitarra, Luiz no baixo e o Cris na bateria. O Luiz tinha uma banda de horror punk (cabeças voadoras) já era do meio, em seguida chamou o Cris que é seu amigo e manda muito bem na bateria.

Super Ninguém: Podemos dizer que o som de vocês se inspira em alguma banda ou músico em especial?

Roberta: Acredito que todo mundo que é do meio Horror Punk, tem como base o Misfits, eles são os precursores do estilo. Dentro de gênero, procuro escutar bastante bandas com vocais femininos como: Spookshow,  Kitty in a Casket, Creepshow, The Hellfreaks.

Super Ninguém: Vocês têm como temáticas principais os filmes de horror e ficção; você pode citar alguns destes filmes e quais músicas eles inspiraram?

Roberta: Vou citar um exemplo que eu gosto muito que é a música “Vingança”; que foi inspirado no filme “Doce Vingança” e a “Vingança de Jennifer”, que fala sobre uma mulher que sofreu abusos, mas sobrevive e volta para se vingar de forma extremamente “cruel” dos seus agressores.

Gosto dessa música, pois aborda o feminicídio. A letra aborda a vingança como forma de protesto diante do feminicídio.

Super Ninguém: Já que estamos falando de filmes, que tal indicar o filme de terror mais assustador que assistiu na vida?

Roberta: Olha, até hoje nenhum me assustou, mas recomendo os filmes clássicos mais antigos como “Hellraiser”, “O Enigma de Outro Mundo” e “Cemitério Maldito”.

Esses filmes possuem a verdadeira essência do terror, sem muitos efeitos de computação gráfica, filmagens feitas com pouco orçamento, bem  “trash”, porém divertido pra quem assiste. Já dos filmes atuais que me chamam a atenção são  os do gênero “terror psicológico”, que instigam mais a mente. São filmes com um pouco menos “ação”, mas fazem você sentir repulsa das poucas cenas de impacto.

Posso citar alguns exemplos, como: “Hereditário” “A Bruxa” e “Mindsommar”.

Super Ninguém: No canal de vocês no Youtube, podemos assistir um Web Clipe da música “Vingança”, que você já citou, e o Clipe Oficial da música “Seu Coração”. Como foi o processo de criação e gravação destes clipes?

Roberta: O clipe “Seu Coração” foi dirigido e produzido pela Erica Miranda e a Nídia. Gravamos no Casarão do Comissário do Café em São Bernardo do Campo. Apesar de ter sido um pouco cansativo, devido ao roteiro do clipe em si, mas no geral, o processo de produção foi bem divertido. Agora, na gravação do clipe “Vingança”, optamos por algo mais prático, utilizando takes mais dinâmicos e fechados. A produção foi feita no Studio Pub em Santo André;  com produção do Wellington da banda “Zumbi Holocausto” (tbm de Horror Punk). A ideia foi trazer para o público a dinâmica da banda em estúdio, em clima de ensaio, porém sem deixar de lado a temática do Horror.

Super Ninguém: Durante a trajetória da Viborah, de 2013 para cá, foram muitos shows? Teve algum que marcou mais?

Roberta: Fizemos bastante shows sim, porém o que mais marcou, com certeza, foi o festival que participamos “Rock na Porta” no qual fomos convidados pelo Walcir Chalas, dono da lendária loja de discos Woodstock, loja que foi fundamental para a popularização do metal em São Paulo. O festival foi realizado em frente a loja e teve um público bem grande, com estrutura profissional e cachê pago pela prefeitura. Nesse dia nosso guitarrista solo; o Lucas, teve um problema pessoal e não pode comparecer, mesmo assim encarei a multidão e o resultado foi um dos momentos mais importantes para a banda. Com cachê desse show, conseguimos gravar nosso primeiro EP.

Super Ninguém: Quais são os planos da banda para o futuro?

Roberta: No momento em que vivemos com essa loucura de pandemia, não estamos em processo de produção. Assim que isso tudo passar, vamos gravar um EP novo e lançar clipes novos. E claro, voltaremos com os shows, pois estamos ansiosos para voltar aos palcos.

Super Ninguém: E por último, caso alguém deseje entrar em contato com vocês, qual é o caminho?

Roberta: Através do nosso site você encontra os links para contato e escutar nossas canções:


www.viborah.com


E nas plataformas digitais: Deezer, YouTube, Spotify, Facebook, é só procurar por “Viborah Horror Punk”.

Agradeço o convite da entrevista foi um prazer! Até a próxima. Go Viborah!!

Clip da Música Vingança – Banda Viborah

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *