Utopia – Primeira Temporada, Ep 01: À Nova Vida

Por Fernando Fontana

Sinceramente, não estava em meus planos falar sobre esse show, muito menos fazer uma análise de cada episódio, mas, ontem, Lorena Soeiro, a nossa colaboradora DCnauta assumida e viciada em séries, nos enviou a seguinte matéria: Cinco motivos para assistir UTOPIA – Novo Show da Amazon Prime, e eu fiz a besteira de ler, o que me levou a assistir o primeiro episódio, que me levou a assistir o segundo, que me levou a também ficar obcecado por essa série, que me levou a querer escrever sobre ela, e aqui estamos.

Utopia é um remake da série britânica de mesmo nome, lançada entre 2013 e 2014, e sua versão norte-americana chega com roteiros de Gillian Flynn, escritora responsável pelos romances “Garota Exemplar” e “Objetos Cortantes”, o primeiro transformado em filme (2014), com roteiro da própria Flynn, e o segundo em série da HBO (2018).

O episódio “À Nova Vida”, consegue executar muito bem o que se espera de um primeiro episódio, fisgar o público; para isso, conta com ingredientes já utilizados com sucesso em outras séries e filmes, ficando a diferença por conta da mistura destes ingredientes e do momento em que ela chega até nós.

Na trama, ficamos sabendo da existência de Distopia, que para muitos é apenas mais uma excelente história em quadrinhos, mas para outros, guardava escondidas em suas páginas, previsões de vírus letais que atingiram a humanidade no futuro. Utopia, a sua continuação jamais publicada, poderia, portanto, revelar quais próximas epidemias estariam por vir.

Utopia, uma história em quadrinhos que prevê as próximas epidemias

Não dá para negar que o fato de Utopia, uma série que fala sobre epidemias, ser lançada em meio a uma pandemia de Covid-19 que parou o mundo, chamar a atenção, mas engana-se quem considerar que este é seu único atrativo.

Embora a série não se passe na década de 80, seus protagonistas evocam o clima tão familiar de Goonies e Stranger Things, colocando um grupo de amigos Nerds, para lidar com eventos cujas dimensões vão muito além do que pessoas comuns sonhariam enfrentar, e que certamente mudarão para sempre suas vidas e das pessoas ao seu redor.

Não bastasse isso, boa parte do episódio se passa dentro de uma Convenção nos moldes da Comic Con, ou seja, é uma overdose Geek / Nerd para ninguém colocar defeito. Assim, não demora para você sentir empatia e se afeiçoar a Wilson (Desmin Borges), Becky (Ashleigh LaThrop), Samantha (Jéssica Rothe) e Ian (Dan Byrd), afinal, você sente que já os viu antes.

Becky, Wilson e Ian, protagonistas de Utopia, Série da Amazon Prime

Talvez uma das melhores definições que eu ouvi sobre Utopia é que se trata de uma mistura de Stranger Things com Tarantino, e aqui podemos ver isso nos vilões, na sua calma e na violência que desencadeiam, tudo lembrando demais o diretor de Cães de Aluguel e Tempo de Violência.

“À Nova Vida”, primeiro episódio de Utopia, revela uma trama sobre epidemias e teorias da conspiração, com protagonistas cativantes, clima de aventura dos anos 80 salpicada com violência Tarantinesca, e encerra com um Cliffhanger que te faz querer assistir o próximo episódio logo na sequência.

Difícil não se empolgar, tem potencial para ser mais uma aposta certeira da Amazon Prime, resta saber se a série não perde fôlego nos próximos episódios (são oito no total).

Trailer Utopia Legendado

_________________________________________

Fernando Fontana é escritor e adulto amador, autor de “Deus, o diabo e os super-heróis no País da Corrupção” e da Graphic Novel “O Triste Destino da Namorada do Ultra-Homem”, é criador deste site e colaborador do Canal Metalinguagem, onde escreve sobre filmes e quadrinhos antigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *