Cosplay Breaking Bad

Cosplayers:

Júnior Nessin (Jesse Pinkman)

Marlon Casagrande (Walter White / Heisenberg)

Preço do Cosplay (Jesse Pinkman): Por volta de R$ 400,00
Quanto tempo demorou para terminar: 4 meses
O que mais deu trabalho para fazer: O macacão, este foi bem complicado por conta do tecido
Dica para quem quiser fazer este cosplay: Assista a série, entenda o universo de Breaking Bad, pegando as referências

“Yo! Mr. White”, “Science, Bitch!” e, é claro, “Say my name!”. Quem assistiu a fenomenal série Breaking Bad sabe de quem são essas frases. Hoje entrevistamos Júnior Nessin e Marlon Casagrande, que juntos são cosplayers de uma das duplas mais famosas dos últimos tempos, Mr. White/Heisenberg e Jesse Pinkman.

Super Ninguém: Quando foi que surgiu a ideia de fazer um cosplay de Jesse e Walter, e como foi que vocês se conheceram?

Jesse: Já há um tempo algumas pessoas falavam da minha semelhança com o Aaron Paul, dizendo que somos parecidos. Ano passado teve a CCXP e fui com um amigo na Spoiler Night, onde pude ver que tinha estande de El Camino. Tirei uma foto junto do pôster do Jesse e postei, várias pessoas comentaram falando da semelhança e eu prometi que se conseguisse ingresso para outro dia eu iria atrás do cosplay de Jesse. No outro dia meu amigo me ligou cedo dizendo que havia conseguido ingresso pra mim, e como havia prometido, corri atrás da roupa e acessórios, meio que no improviso e foi um grande sucesso!

O Marlon conheci primeiro pelo Instagram e depois tinha decidido fazer uma sessão de fotos de Breaking Bad, procurei um Cosplayer de Walter White e várias pessoas falaram dele. Ele mora no DF e veio para SP fazer as fotos.

Heisenberg: Foi depois de muitas pessoas dizerem que eu sou parecido com o Mr. White.

Uma pausa na produção de metanfetamina porque ninguém é de ferro.

Super Ninguém: A moral de Breaking Bad é pague melhor os professores?

Jesse: Não somente. Talvez seja no começo, mas não somente. Breaking Bad pra mim é superação, é ganância, é querer ser alguém na vida. Não é somente a história do Walter, o Jesse também tem um papel super importante. Ele começa como um traficante pequeno e acaba mergulhando dentro de si, entendendo que o mundo não é somente aquilo, que existe algo além. Também tem o ‘amor pela família’ e os limites de cada um.

Heisenberg: Acho que a moral é você colhe o que planta. O que faz na juventude será o futuro que responderá.

Super Ninguém: Breaking Bad é considerada até hoje uma das melhores séries de todos os tempos, normalmente surge nas listas disputando posição com séries como Sopranos e Mad Men. Quais são os principais motivos que vocês veem para tamanho sucesso?

Jesse: Breaking Bad possui uma linguagem que todos entendem e temas interessantes, como a química. Alguém procurando cuidar da família enquanto está com câncer, um cara que fugiu da escola e se encontrou no tráfico. Mas tudo isso com pitadas de humor e sarcasmo, isso sem contar as cenas icônicas como Walter de cueca e avental, eles com roupa de cozinhar, o trailer… Quando se assiste cenas dos bastidores agente vê que a equipe fez tudo aquilo com amor, pensando em cada detalhe, como Cores, Figurino, Trilha Sonora… Até os nomes dos episódios foram pensados.

Heisenberg: Para mim é porque mostra a realidade de milhões pelo mundo, que sofrem as consequências dos passos dados na juventude, quando o momento falou mais alto do que o planejamento de vida.

Science, Bitch!!!

Super Ninguém: Como cada um de vocês enxerga a jornada do personagem que fazem cosplay? Como Jesse e Walter mudaram do início para o fim da série?

Jesse: O Jesse do começo é aquele jovem adulto que deixou a escola pra ser malandro e tentar ganhar a vida do jeito dele, talvez o que encontrou. Talvez ele estivesse feliz daquele jeito. A primeira cena dele é caindo do telhado onde ele sai da janela em que estava transando, pois a polícia chega lá para acabar com o laboratório de drogas.

O Jesse pra mim è aquele inocente, que vai levando a vida do seu jeito, não pensa em mudar pra algo diferente, estacionou ali. Se o Walter tivesse o levado para um caminho que não fosse as drogas talvez ele tivesse ficado melhor. Ele tem um bom coração, tanto é que as cenas mais tristes e comoventes da série são dele com as crianças.

Durante a cena vemos o quanto ele entende que este não é o caminho certo, e ele se pergunta se é isso mesmo que deve fazer, até que com mais um episódio envolvendo crianças ele desiste de tudo e acaba entregando Mr. White.

Heisenberg: Os dois crescem no submundo, por não conseguirem fazer as coisas do jeito normal, já que parece castigá-los por não serem reconhecidos pelo que fizeram ou tentaram fazer.

Super Ninguém: Vamos fazer algo diferente, tirando Jesse e Walter, se pudessem fazer o cosplay de outro personagem da série, qual seria e por que?

Say my name!!!

Jesse: Talvez Heisenberg? Ou Walter Junior? Não faria outro, pra mim o Jesse está no coração!

Heisenberg: Gostaria de fazer cosplay do Mike, personagem enigmático, é tipo um coringa, está com todos e ao mesmo tempo contra todos, tem que ser muito frio para ser ele.

Super Ninguém: Temos atualmente uma série e um filme derivados de Breaking Bad, Better Call Saul e El Camino, respectivamente. O que acharam do filme com Jesse e o que tem achado da série com Saul?

Jesse: Eu gostei muito do filme, apesar de que poderia ter sido uma série e seria melhor explorado. Não entendi muito porque usaram os atores como estão atualmente, uns beeeeeeem diferentes da série, mas a história gostei muito. BCS eu confesso que ainda não assisti e não tive vontade. Nunca curti o Saul em Breaking Bad, então não me atraiu. Reza a lenda que na última temporada pode ser que Walter e Jesse apareçam, se for assim assistirei.

Heisenberg: Better Call Saul é o passado de Breaking Bad, é uma pena ter sido lançado depois, apesar de que eu entendo que as ideias e oportunidades não vem em sequência, mas adoraria que tivesse sido a primeira. Quanto a El Camino, este deixou a desejar, pois devido à sua origem, não foi tão bom quanto a série, embora tivesse sido pensado antes mesmo da série.

Super Ninguém: Vocês acham que há espaço para mais histórias no universo de Breaking Bad, seja com Jesse, Walter ou outros personagens?

Jesse Pinkman está na área

Jesse: O término de Breaking Bad realmente fecha o ciclo. El Camino continuou para uma explicação digna. Se for somente este o fim, é plausível. Na minha humilde opinião, eu adoraria que tivesse mais. Existem lendas que dizem que o Walter poderia estar vivo em uma nova temporada, ou o Jesse continuar. Talvez fosse remexer em coisas que já passadas e não sei se o público gostaria. Mas que seria maravilhoso, seria!

Heisenberg: Não, isso seria estragar algo muito bom que já foi produzido, tentar fazer algo novo no seguimento seria um tiro no pé, pois a série está completa, teve um bom início, excelente meio e um final sensacional.

Super Ninguém: Qual é a reação do público diante de seus cosplays, vocês sentem que a popularidade da série ainda é alta?

Jesse: Muito! Na CCXP eu descobri que tinha o estande com a Van no dia que fui de cosplay. Encontrei um cosplayer de Mr. White em frente e paramos pra tirar fotos juntos. Não conseguíamos tirar nossa foto pois quando paramos vieram MUITOS fãs para tirar fotos conosco. Ficamos 4 horas parados no mesmo local com filas gigantescas toda hora. Só saímos pois ele tinha compromisso após o evento, pois tinham ainda muitos fãs querendo fotos!  A fila para tirar fotos no cenário em frente a Van foi um dos mais visitados também. Em todo lugar que vou com o Cosplay o pessoal reconhece e fica feliz! Hoje aqui em SP temos Barbearia inspirada, Bar móvel inspirado… Dizem que até lanchonete, esta ainda não vi. Os produtos são sempre muito bem procurados.

Super Ninguém: Qual a importância do universo cosplay em suas vidas?

Jesse: Eu nunca tinha feito realmente um cosplay assim. Na adolescência já tinha ido em convenções de anime, com cosplay do tipo “Zumbi de Resident Evil” para acompanhar as primas. Também em Zombie Walk, já fui de Michael Jackson, Thriller. Mas era tudo pela zoação, nada além disso. O Jesse veio em um momento que estava lutando contra a depressão e o carinho das pessoas, os elogios dizendo que parece, que tá legal, que amaram, ou que queriam ter me encontrado me trazem muita felicidade e mais vontade de viver! Após a CCXP eu fui atrás de arrumar melhor o cosplay, fui atrás dos acessórios, outro macacão e tal, isso me ocupou o tempo e deu vontade mesmo de lutar. Me deu um objetivo na vida! Não sei até quando irei com o Jesse, mas já penso em fazer outros personagens, porém Jesse sempre será especial pra mim

Heisenberg: Para mim é uma oportunidade de diversão, nunca pensei em Cosplay como meio de vida.

Júnior Nessin como Jesse Pinkman, com outro cosplayer de Walter White na CCXP, ambos ficaram por 4 horas tirando fotos com os fãs.

Super Ninguém: Caso alguém queira chama-los para algum evento no futuro, quando essa epidemia se for, quais são os meios de contato?

Jesse: Tenho instagram: @BreakingBadCosplay e Facebook: Breaking Bad Cosplay, Podem chamar por lá!

Heisenberg: Meu Instagram é @walterwhitecwb ou no celular: (41) 99252-7019, caso o convite aconteça com antecedência, já está aceito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *