O Vale Nerd – Falcão e o Soldado Invernal e super casal

Por Everton Nucci

Olá todo mundo, bem vindes ao vale! Eu sou Everton Nucci e hoje vim para problematizar; tenho lido notícias, críticas, e conversado com pessoas a respeito de coisas que creio merecerem cinco minutos de atenção.

A primeira coisa de que quero falar é a “declaração” de Malcolm Spellman, roteirista da série “Falcão e o Soldado Invernal” (“The Falcon and the Winter Soldier” no original) sobre a teoria dos fãs de que o Soldado Invernal: Bucky Barnes (Sebastian Stan) seria bissexual, o que estaria, supostamente, levando os fãs a chipparem-no com o Falcão: Sam Wilson (Anthony Mackie). E quando eu digo “declaração” e coloco entre aspas é por que a “declaração” basicamente consiste no roteirista dizendo “Não vou comentar”. Eu realmente fiquei com muito ódio de mim mesmo quando cliquei na notícia só para constatar o óbvio: o título da matéria era um click bait sem vergonha.

Até aí, nada a comentar, afinal sites postando essas coisas com títulos chamativos que nada tem a ver com a realidade são, infelizmente, comuns na internet. Mas o que me leva a escrever essa matéria é o fato de que não é a primeira vez que os fãs levantam essa torcida pela bissexualidade de Bucky. Se voltarmos um pouquinho no tempo poderemos nos lembrar que em “Capitão América 2: O Soldado Invernal” (“Captain America: The Winter Soldier” no original) a reação foi a mesma, pois houve um enorme levante na internet querendo formar um casal com Bucky e o Capitão América: Steve Rogers (“Chris Evans”).

Capitão América e Bucky brigando sem parar, exatamente como inúmeros casais por aí, seria apenas coincidência?

Por essas e outras reações eu fico me perguntando, seria esse um movimento legítimo? Afinal, deve ser natural ver fãs torcendo pela formação de casais entre suas personagens favoritas (lembram de Batman e Mulher Maravilha na animação da “Liga da Justiça”?). Ou seria forçar a barra? Afinal, dois homens não podem simplesmente ser amigos e ficarem próximos um do outro sem serem imediatamente confundidos com um casal gay? Da mesma forma que uma mulher não pode ser amiga de um homem sem serem imediatamente confundidos com um casal hétero?

Vale lembrar que esse não é o primeiro caso de grandes amigos que são shippados sem o menor indício de romance nas telas. Lembram-se do caso de Finn (John Boyega) e Poe Dameron (Oscar Isaac) naqueles filmes de “Star Wars” que todos sabemos que não existiram de verdade mas foram apenas um surto coletivo?

Pois é, basta que dois homens sejam amigos e pronto, já começam as especulações de que na verdade são um casal. A série “Sobrenatural” (“Supernatural” no original) até faz piada com isso, visto que em vários episódios, os irmãos Sam Winchester e Dean Winchester (Jared Padalecki e Jensen Ackles respectivamente)são confundidos com namorados.

O que me deixa confuso é que, se por um lado esse tipo de pensamento pode reforçar um estereótipo machista de que homens não devem se aproximar uns dos outros ou demonstrar sentimentos uns para com os outros sem gerar “suspeitas maldosas”, por outro lado, não querer que haja esse tipo de pensamento poderia reforçar a ideia de que pensar que alguém é do vale é necessariamente um pensamento ruim.

O que é pior, dizerem que somos um casal ou fazermos parte dessa trilogia horrorosa?

Resumidamente: Imaginar que homens andando juntos são gays seria coisa de gente machista. Achar ruim se imaginar que homens andando juntos são gays seria coisa de gente preconceituosa. Deixo para vocês o pensamento, pois o objetivo da matéria não é chegar a uma conclusão, mas sim despertar a dúvida. Pois não são as respostas que movem o mundo, mas as perguntas (aparentemente).

E se você quiser conversar comigo, contar o seu shipping preferido entre casais da ficção. Mande seu e-mail para contato@superninguem.com.br, ou deixe seu comentário logo abaixo.

E a dica do dia é a HQ “X-Men Extra 136”, nela temos a história originalmente publicada na revista “Astonishing X-Men” com o casamento do casal gay concreto formado por pelo herói Estrela Polar e humano Kyle Jinadu. Por hoje é só, obrigado por lerem essa coluna, continuem acessando o site e fiquem em paz!

_______________________________________________________

Everton Nucci é tecnólogo por formação, servidor público por opção, ator por paixão, escritor fanfarrão, e reconhece a existência de apenas duas trilogias de Star Wars

2 Comments

  1. Julie Any Garbin Frizarin disse:

    Gosto bastante do casal da série Modern Family, como nem fazia ideia de como escrevia o nome copiei do google: Mitchell (Jesse Tyler Ferguson) e Cameron (Eric Stonestreet), eles valorizam muito família, é bem legal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *