Cinco motivos para assistir Halston na Netflix

Por Lorena Soeiro

Eu, particularmente, não tinha visto trailer e nem conhecia nada sobre Halston antes de assistir ao show. Mas vi que o personagem principal era meu futuro marido: Ewan McGregor (nosso eterno Obi Wan), então resolvi maratonar e que grata surpresa eu tive.

Aqui vão 5 motivos para ver se esse show é para você também:

1 – Halston é uma minissérie do aclamado Ryan Murphy

Só o fato de ter meu nome envolvido já é motivo para você assistir, mas, vai em frente, pode dar uma olhada nos outros motivos se quiser.

A minissérie de cinco episódios dá uma boa visão geral da ascensão e queda do império da moda do designer. Tida como a história não contada de Roy Halston Frowick, inclui todas as drogas, drama e devassidão que você pode esperar de um designer cujo apogeu foi durante a era Studio 54. Isso também significa que não será para todos, principalmente para aqueles que não se interessam por moda, design ou este competitivo mercado. E, como qualquer série produzida por Ryan Murphy, leva um ou dois episódios para realmente encontrar seu ímpeto, mas visto que há apenas cinco episódios, isso não é particularmente ruim para o espectador. Dá para assistir tudo de uma única vez, caso assim o queira.

2 – Se você gosta de um bom elenco e da série Mad Men, esse show também é para você.

Sim, é claro que eu acho que é possível viver sóbrio, eu só não recomendo.

O elenco – que inclui Ewan McGregor como Halston, Krysta Rodriguez como Liza Minnelli (ela rouba as cenas em que aparece), Rebecca Dayan como Elsa Peretti, Bill Pullman como David Mahoney, Gian Franco Rodriguez como Victor Hugo, David Pittu como Joe Eula, Sullivan Jones como Ed Austin, Rory Culkin como Joel Schumacher, Kelly Bishop como Eleanor Lambert e Vera Farmiga como Adele – é fenomenal e sua química é incomparável. Se alguma dessas coisas ainda não convenceu você a assistir à minissérie, que estreou no dia 14 de maio, imagina esse elenco vivendo num ambiente corporativo, competitivo. Regado a álcool, sexo, drogas e glamour.

Ele foi um dos primeiros a transformar seu nome em uma marca altamente lucrativa.

3 – Saiba tudo sobre o desfile de moda da Batalha de Versalhes

O mundo da moda é como a guerra, só que mais brutal e com pessoas mais bem vestidas

Eu não estava realmente convencida de quão ícone era Halston até o segundo episódio, apropriadamente intitulado “Versalhes”, e sua exploração da jornada de Halston para participar do lendário desfile de moda da Batalha de Versalhes. Eu não conseguia tirar meus olhos de Halston e da equipe enquanto eles entravam no aeroporto de Paris para se encontrar com os outros designers americanos que iriam competir. Ver Halston entre nomes como Oscar de La Renta, Stephen Burrows, Bill Blass e Anne Klein realmente aumentou o drama – especialmente quando Halston percebe que foi enganado por Eleanor Lambert.

Halston também foi um dos primeiros a utilizar modelos negras em seus desfiles.

Como eu não sabia de tudo isso? (E muito mais que não vou contar). Gratidão por isso NETFLIX.

4 – O programa também poderia facilmente ter sido chamado de Liza & Halston.

Eu e Lisa somos apenas bons amigos, meu coração sempre foi da autora dessa coluna

A amizade de Liza Minnelli e Halston está no centro ao longo da minissérie de cinco episódios. A química entre Halston de Ewan McGregor e Minnelli de Krysta Rodriguez parece genuína e séria. Muitas vezes me peguei emocionada assistindo as cenas do show e pude ver o quão próximos os dois eram. Acontece que eles permaneceram amigos por toda a vida até sua morte em 1990. “Nós nos demos bem imediatamente, e ele se tornou meu companheiro de moda. Eu fiz o que ele disse. Ele realmente cuidou de mim”, Minnelli compartilhou anteriormente em uma entrevista.

5 – O estúdio 54

Vem, Lorena, vamos dançar até o Sol raiar!

Studio 54 e a festa ininterrupta que veio com ele. A história dessa danceteria se funde a história do Ícone.

Halston vê o Studio 54 seu apogeu, mas também irá ditar o fim para o designer, que não sabia como conter suas tendências viciantes e a necessidade de admiração das pessoas ao seu redor. Ele sempre será associado ao glamour e brilho da grande boate, graças aos famosos da época que usaram suas peças, como Liza Minnelli, Cher e Anjelica Huston.

Só não entendo porque não exploraram a história dele com Andy Warhol. Ele fez fotos dele e do seu amante e a Netflix perdeu a oportunidade de tê-lo no show também.

Bônus para quem é Cinéfilo:

Aposto que o Batman ficaria sexy com mamilos na roupa

Joel Schumacher está no show também.

Foi uma grande surpresa saber que ele trabalhou com Halston. Sim, eu sou super fã do diretor. Filmes como Garotos Perdidos, Fantasma da ópera figuram entre os meus favoritos. Só não o perdoo por Batman & Robin. (Embora ame os vilões do filme, confesso).

Fiquei perplexa ao descobrir que Joel começou a carreira trabalhando com Moda. Principalmente porque ele costumava dizer que odiava moda e eventualmente se tornou o diretor exagerado por trás do infame “mamilos de morcego”.

Para terminar, Halston é uma história surpreendente de Ascenção e queda. De amor e desamor. De como se pode perder tudo que se batalhou tanto por prazeres instantâneos. Vale a pena conferir esse show.

________________________________________________________

Lorena Ferreira Soeiro é Professora tradutora de inglês, Nerd, DCnauta e dançaria a noite inteira na Studio 54.

2 Comments

  1. Ulisses Citrinitti disse:

    Muito boa a coluna, parabéns!!
    Como sempre muito elucidativa e os comentários divertidos nas fotos!
    Sucesso pra você, Lorena!

  2. Ed Persona disse:

    Não conheço nada sobre Halston, mas pelo texto já da pra perceber que o produto é muito bom!
    Ewan McGregor deve tá soberbo nesse papel! Parabéns Lorena, ótimo texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *